Fobia

Por Flávio Pereira - Psicólogo em Curitiba

medo é aquela sensação que coloca uma pessoa em alerta, geralmente por se sentir ameaçada, tanto fisicamente como psicologicamente. A história evolutiva do homem demonstra que ele sempre esteve presente, sendo que nem sempre ele representa uma coisa ruim. Ele alerta para perigos sendo por tanto instintivo.

Quando uma pessoa experimenta o medo, várias reações corporais começam a acontecer: o coração dispara, as mãos podem suar, pode haver mudanças na pressão arterial entre outras evidências.

O indivíduo que experimenta um medo consideravelmente elevado e persistente chegando a níveis excessivos e irracionais na presença de um determinado objeto ou situação pode desenvolver a fobia.

A característica principal deste transtorno é a ansiedade. Ela é sentida imediatamente quando a pessoa tem a presença do estímulo fóbico: por exemplo, uma pessoa pode temer viagens aéreas por ter um medo irracional de altura, ou de pensar na possibilidade de queda do avião, entre outros. A ansiedade também pode ser sentida mesmo que o indivíduo não esteja de fato em contato com o seu fator gerador, somente em pensar sobre o determinado objeto ou situação pode levar a pessoa a evitá-lo de qualquer forma, ou ainda se ele estiver presente e a pessoa não conseguir evitá-lo ela se torna extrema, gerando reações como desmaios.

A fobia, além de ser manifestada como medo excessivo e irracional e causando ansiedade ela, consequentemente, afeta o cotidiano do indivíduo, fazendo com que áreas de sua vida sejam prejudicadas. A pessoa pode evitar ao máximo o contato com lugares onde ela sabe que terão muitas pessoas, por exemplo, podendo deixar sua atividade social restrita ou quase inexistente.

A irracionalidade do medo é reconhecida por pessoas que tem esse transtorno, embora possa ser mais difícil esse reconhecimento em crianças.

O tratamento da fobia pode ser feito de duas formas: por meio de medicamentos específicos e com psicoterapia. A terapia indicada para este tipo de transtorno é a cognitivo-comportamental visando à mudança do comportamento. Saiba mais.

Comente este texto!






Voltar para o Topo

Psicólogo Flávio Roberto Pereira

Sobre Flávio Pereira