Gigante Interior, Libertar-se das Crenças

Por Flávio Pereira - Psicólogo em Curitiba

felicidadeGIGANTE INTERIOR (“Sim, você pode!”)
Como libertar-se  de crenças, crendices e superstições.

SER VOCÊ MESMO
AUTENTICIDADE
AUTOCONFIANÇA
AUTOESTIMA
AUTODETERMINAÇÃO

Toda indivíduo tem direito de questionar as crenças e as supestições e enxergar algo melhor para a vida dele.

Aparentemente as crenças religiosas ajudam no desenvolvimento da pessoa, apresentando princípios de moral e costumes. Na realidade com suas fórmulas prontas e autodenominadas de “divinas”, prejudicam o que há de melhor na pessoa, a capacidade de:

  1. Confiar em si mesma.
  2. Gostar de si mesma.
  3. Pensar por si própria.
  4. Questionar para evoluir.
  5. Ser mestre do próprio desenvolvimento.

A audeterminação (o EU POSSO; que vem de dentro), existente no indivíduo sadio, é substituída pelo determinismo religioso, que vem de fora e determina o que ele deve fazer. Cada vez mais vemos as religiões avançando sobre o indivíduo.

A falta de confiança em si próprio e a pouca capacidade de questionar, produz um resultado devastador na personalidade do indivíduo. Veja alguns dos efeitos prejudiciais:

  1. Pouca iniciativa. O indivíduo se torna passivo e espera que alguém faça algo por ele: santos, deuses, gurus, profetas, “homens de Deus”. A pessoa não produz o que poderia.
  2. Fé no “destino”. A pessoa tem falta de coragem ou vontade própria e acredita que pouco pode ser mudado.
  3. Medo de questionar ou criticar. O indivíduo acredita que pode ser punido por forças sobrenaturais neste ou em outro mundo.
  4. Bloqueios de aprendizagem: a pessoa fecha-se para conhecimentos importantes que a crença dela não permite aprender.
  5. Bloqueios de afetividade: os sentimentos ficam restringidos porque a pessoa não pode sentir aquilo que a crença proíbe.
  6. Bloqueios de comunicação: o indivíduo não tem uma comunicação aberta, é pouco assertivo, teme falar, questionar.
  7. Raciocínio limitado. A pessoa não consegue pensar e enxergar longe.
  8. Percepção distorcida. Ela vê apenas aquilo que a  crença diz para ela ver.
  9. Preconceitos. As coisas só são boas se baseadas nos princípios da crença dela.
  10. Arrogância. O indivíduo se vê acima daqueles que não tem a crença dele.
  11. Radicalismo. Cego pela crença o indivíduo procura doutrinar, impor seus dogmas e as suas verdades, que não podem ser questionadas.
    R

Quando dominada por crenças a pessoa não desenvolve toda a inteligência. Ela fica dependente de gurus que pensam por ela.

Uma pessoa limitada na inteligência rende menos no trabalho, nos estudos e nos projetos pessoais. Uma pessoa limitada acaba limitando as pessoas ao redor dela.

Por criar e impor regras, dogmas e princípios de conduta e de pensamento, as crenças fazem o indivíduo perder a capacidade e o DIREITO fundamental de questionar.

Cada vez mais vemos pessoas dominadas por crenças e crendices. A televisão e as rádios tem sido um importante meio para garantir o crescimento das crenças. O resultado é que temos um povo cada vez mais bitolado, pouco criativo, mais passivo, com memória curta e mais fácil de controlar.Desenvolvemos o curso Gigante Interior – Sim, você pode. Nele você aprenderá a:

  1. Respeitar a liberdade religiosa, mas não permitir que pessoas imponham normas de conduta rotuladas de “divinas” .
  2. Perder o medo de contrariar as afirmações supostamente divinas.
  3. Questionar as afirmações das pessoas que se dizem “inspiradas por Deus”.
  4. Identificar o que está oculto por detrás das crenças, crendices, superstições e filosofias místicas.
  5. Descobrir como grupos e pessoas fazem uma espécie de lavagem cerebral para dominar a nossa mente.
  6. Raciocinar e rebater com inteligência os argumentos das “autoridades” religiosas.
  7. Descobrir formas alternativas de pensar e romper com as tradições religiosas.
  8. Confiar mais em si mesmo.
  9. Libertar-se de crenças, crendices, ocultismos e superstições.
  10. Ser senhor do próprio destino, tornar-se o seu próprio guru ou mestre.
  11. Deixar de ser passivo, sair da zona de conforto e estimular a inteligência.
  12. Explorar o potenciar interior bloqueado e manter a saúde mental.
  13. Não permitir que nenhuma pessoa ou livro dite regras para a sua vida.

É por causa dos mitos, dogmas, preceitos, doutrinas, mandamentos e regras , supostamente divinas, incutidos pelos grupos que estimulam as crenças, crendices e superstições, que muitas pessoas permanecem estacionárias e não raciocinam convenientemente.

Para participar do nosso curso ou aulas particulares entre em contato pelos telefones no rodapé da página.

Comente este texto!






Voltar para o Topo

Psicólogo Flávio Roberto Pereira

Sobre Flávio Pereira