TDAH Déficit de Atenção e Hiperatividade

Por Flávio Pereira - Psicólogo em Curitiba

O Déficit de Atenção/ Hiperatividade é um tipo de transtorno que pode se manifestar na infância se entendendo para a vida adulta. Sua característica principal é uma persistente desatenção e/ou hiperatividade-impulsividade mais grave que o comum.

A desatenção se manifesta no ambiente escolar, profissional ou social. O indivíduo com este transtorno sente dificuldade em prestar atenção a detalhes ou podem cometer erros em suas atividades escolares ou tarefas no trabalho por esta falta de atenção. O trabalho produzido é frequentemente confuso. Há grande dificuldade em manter a atenção em tarefas ou atividades que necessitam de desenvolvimento, considerando difícil persistir nas mesmas até o fim. Com isto é comum que a pessoa inicie uma certa atividade, passe para outra, depois volte sua atenção para uma outra coisa, acabando por não finalizar nenhuma delas.

Se forem observados os hábitos de trabalho ou estudo destas pessoas será visto que estes são com freqüência desorganizados, não possuem os materiais necessários para a realização de suas tarefas, perdendo seus objetos facilmente ou não recordando onde os colocou. Também é comum que se esqueçam de seus compromissos marcados.

Em sua vida social, os sintomas de TDAH podem ser manifestados por mudanças de assunto em momentos impróprios, falta de atenção ao que os outros falam, distração durante uma conversa e falta de atenção de regras e detalhes em jogos ou atividades.

Já a hiperatividade pode ser observada, por inquietação, o indivíduo sente vontade de mexer-se com muita frequência, não conseguindo manter-se no mesmo lugar por muito tempo. Outro sintoma que pode ser visto é a pessoa aparentemente estar “à todo vapor”. São pessoas muito impacientes, respondem perguntas antes mesmo do término das mesmas, tem dificuldade de aguardar a sua vez e interrompem ou se intrometem nos assuntos alheios ao ponto de criar dificuldades em seu convívio.

Um indivíduo com este transtorno, quando devidamente diagnosticado, não apresenta necessariamente sintomas de desatenção e hiperatividade. Com frequência um dos tipos é o que prevalece, podendo a pessoa ter Déficit de Atenção ou Hiperatividade. Caberá ao psicólogo fazer uma análise detalhada para que o diagnóstico se dê com precisão.

O tratamento de TDAH é feito com auxílio de terapia cognitivo-comportamental.

Comente este texto!






Voltar para o Topo

Psicólogo Flávio Roberto Pereira

Sobre Flávio Pereira