Transtorno de Acumulação

Por Flávio Pereira

michelle-vitima-de-toc-colecionismo-o-caso-dela-sera-contado-na-serie-acumuladores-do-discovery-home--health-1300903729846_615x300Transtorno de Acumulação

Características:

A. Forte dificuldade de se desfazer de pertences ou de descartar deles, independente do seu valor.

B. Este transtorno se deve a uma necessidade de guardar os objetos e ao sofrimento por descartá-los.

C. A dificuldade de se livrar dos pertences resulta na acumulação deles os quais congestionam e dificultam o acesso às áreas em uso e também compromete o uso pretendido. Se as áreas não estão obstruídas é pela intervenção de membros da família, funcionários de limpeza ou autoridades.

D. A acumulação dos objetos causa forte sofrimento ou prejuízo no comportamento familiar, social e profissional do indivíduo.

E. A acumulação não é devida a outra doença como exemplo lesão cerebral.

F. A acumulação não é mais bem explicada pelos sintomas de outro transtorno mental como transtorno obsessivo-compulsivo, delírios na esquizofrenia ou outro transtorno psicótico, déficits cognitivos no transtorno neuro- cognitivo maior, energia reduzida no transtorno depressivo maior, interesses restritos no transtorno do espectro autista.

Texto resumido do original: DSM – 5, Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
American Psychiatric Association, Artmed
Para melhor compreensão leia o DSM – 5. Nunca faça o diagnóstico sem a ajuda de um psiquiatra ou psicólogo.

Comente este texto!






Voltar para o Topo

Psicólogo Flávio Roberto Pereira

Sobre Flávio Pereira