Transtorno de Despersonalização

Por Flávio Pereira

transtorno-mentalTranstorno de Despersonalização consiste na experiência de sentir-se desligado de si próprio, um sentimento de distanciamento ou estranhamento de si mesmo, como se a pessoa fosse uma observadora externa dos próprios processos mentais ou do próprio corpo ou partes dele. O indivíduo relata anestesia sensorial, falta de resposta afetiva e uma sensação de não ter o controle das próprias ações, incluindo a fala.
A despersonalização causa forte sofrimento ou prejuízo no funcionamento social, ocupacional ou em outras áreas importantes da vida da pessoa.
A despersonalização é também uma característica associada a outros transtornos mentais, logo um diagnóstico separado de Transtorno de Despersonalização não é feito se a experiência ocorre durante o curso de outro transtorno mental como a Esquizofrenia, Transtorno de Pânico, Transtorno de Estresse Agudo, Transtorno Dissociativo.
Não deve ser feito um diagnóstico quando perturbação se deve aos efeitos fisiológicos diretos de uma substância (álcool, droga) ou de uma condição médica geral como a epilepsia.

O indivíduo pode ter dificuldade em descrever seus sintomas por temer que suas experiências signifiquem estar “loucos”.

Sintomas do Transtorno de Despersonalização:

O mundo externo é estranho ou irreal.
Alteração no tamanho ou forma dos objetos.
As pessoas podem parecer estranhas ou mecânicas.
Ansiedade, sintomas depressivos, ruminação obsessiva.
Preocupações somáticas e uma perturbação do sentido de tempo.
Perda de sentimentos.

Hipocondria e Transtornos Relacionados a Substâncias podem também coexistir com o Transtorno de Despersonalização.
Um diagnóstico separado de Transtorno de Despersonalização não deve ser feito quando a despersonalização e a desrealização ocorrem exclusivamente durante Ataques de Pânico.
Experiências induzidas voluntariamente, de despersonalização ou desrealização, fazem parte das práticas de transe em muitas religiões e culturas, não devendo ser confundidas com o Transtorno de Despersonalização.
A duração dos episódios de despersonalização pode variar de segundos a persistente.

Comente este texto!






Voltar para o Topo

Psicólogo Flávio Roberto Pereira

Sobre Flávio Pereira